sexta-feira, 31 de outubro de 2014

CANTE COM O CARMELO JOVEM: Sta. Teresa de Jesus - Hino Internacional V Centen...

Carmo Jovem: Sta. Teresa de Jesus - Hino Internacional V Centen...: (versão jovem) "VIVES HOY AQUÍ"  (português) Autor: Rogelio Cabado ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALE...

Aniversário Frei André Severo,OCD assistente espiritual dos jovens carmelitas da Província São José


        UM FRADE JOVEM A SERVIÇO DO JOVEM


 Frei André Severo tem um sobrenome destoante do seu caráter e personalidade.Esse carioca com espírito meio mineiro e meio nordestino,tem a fala mansa ,o sorriso largo e bom humor incomparável.Grande amor a Eucarístia e ao estudo da Bíblia,Foi designado para ser Assistente dos Jovens Carmelitas descalços seculares.É também Delegado Provicial para OCDS Norte e Nordeste.

 Os jovens da Provícia contaram com sua presença no X Encontro de Jovens OCDS desse ano e podem sempre contar com sua presença amiga e acolhedora nos novos meios de Evagelizaçao as redes socias.Onde aconselha,brinca e sempre orienta com amor e alegria.
Frei André o nosso carinho e nossa gratidão e por seu amor a Igreja e a sua fidelidade ao Senhor.Nossa Senhora do Carmo mãe e Mestra do Carmelo esteja sempre com o Senhor!




COMISSÃO JOVEM OCDS DA PROVÍNCIA SÃO JOSÉ

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Mensagem do Padre Geral na Abertura do V Centenário do Nascimento de Santa Teresa de Jesus



Frei Savério Canistrá, Prepósito
Geral da Ordem dos Carmelitas
Descalços
A todos os membros da Ordem dos Carmelitas Descalços, frades, irmãs e seculares e toda a grande família teresiana, irmãs e irmãos, a partir da nossa Casa Mãe, a Casa de Teresa, em Ávila: Que a Paz de Cristo, o Jesus de Teresa, esteja com todos vós!
Depois de cinco anos e meio de aturada preparação pessoal e comunitária, chegamos a este dia tão desejado, 15 de Outubro de 2014, Solenidade de Santa Teresa, em que iniciamos as celebrações do V Centenário do seu nascimento. Feliz 500º aniversário, Santa Madre!
É para nós uma magnífica oportunidade este Quinto Centenário, para que Teresa continue a falar-nos com a força do seu testemunho e da sua paixão. A Santa fala-nos daquilo que viveu, conta-nos a história de uma alma - a sua - que depois de muitas resistências cedeu ao amor do Deus vivo descobriu na própria verdade, a bondade e a beleza radical. Teresa não se vangloriou da sua experiência, mas antes no-la transmitiu para que também nós possamos entrar na sua mesma plenitude de vida e de felicidade, que de outro modo não o teríamos conhecido, ficando prisioneiros do mundo.
Constatamos, de dia para dia, que o nosso ser tende a reduzir-se às proporções de um mundo dominado pelas dinâmicas do poder económico e tecnológico. Acreditamos que somos omnipotentes, mas na realidade estamos perdendo o maior e melhor que possui o ser humano: a sua capacidade de amar como Deus o ama. Teresa leva-nos a este nível do nosso ser, ao ponto de contato entre o homem e Deus, o qual tem um rosto e um nome, o de Jesus Cristo crucificado e ressuscitado.

No centro do centenário teresiano deve estar aquele que está no centro do coração de Teresa e não aquele que está no centro dos nossos projetos mundanos, das nossas iniciativas. No centro do centenário devemos colocar aquilo que, a quinhentos anos de distância, não envelheceu, e muito menos perdeu a sua atualidade, ou seja, uma vida empapada, ferida por Deus, à qual foi confiada uma missão de crucial importância: recordar à Igreja e ao ser humano de todos os tempos que o centro do homem é Deus e que o centro de Deus é o homem.
Tenho medo de chamar a tudo isto mística, porque esta etiqueta poderia fazer de Teresa um jardim fechado, uma fonte selada à qual só podem aceder uns poucos escolhidos. A missão de Santa Teresa é universal e não é senão uma nova proposta do Evangelho, da alegria do Evangelho, da sua frescura, da sua força libertadora e humanizadora.
Teresa partilha com qualquer um, com toda a pessoa e em qualquer lugar do mundo cujo andar se perde numa estrada sem qualquer direção, aquilo que ela encontrou: uma morada e um caminho. Estes são precisamente os títulos das suas obras principais: caminho e morada. Se pensarmos bem, são as dimensões fundamentais que a vida necessita para existir e ser humana, as quais sentimos hoje tão ameaçadas por um modo de viver que nos domina e dispersa.
Aquele caminho e aquela morada nas quais Teresa viveu deveria conduzir-nos a este Centenário. Se não conseguimos colocá-los no centro, creio que não agradarão a Santa Teresa as celebrações que organizaremos para ela, por mais solenes, atraentes e refinadas que sejam. Teresa é uma monja simples e pobre, não o esqueçamos! Uma monja com o hábito e as sandálias quase sempre cheios de pó, com o rosto marcado pelo cansaço físico, com o ânimo muitas vezes envolvido em sofrimentos e preocupações pelas suas irmãs e irmãos. Mas para além deste cansaço e fragilidade, há uma força e uma determinação férreas.
É a força de quem, apesar de ter que se mover continuamente, permanece em casa; é a decisão de quem, no meio da complexidade das situações, não perde de vista a meta que orienta seu caminho.
Como podemos fazer para colocar no centro o caminho e a morada de Teresa? Reler os seus escritos - como o fizemos unidos ao longo destes últimos anos -, é certamente um primeiro passo, de importância fundamental. Mas não podemos ficar quietos. Temos de passar à prática.



Estamos chamados a reconhecer em nós mesmos aquilo que as palavras de Santa Teresa descrevem, ao encontrar a minha casa e o meu caminho. Advirto que isso não se poderá conseguir se não fazemos escolhas. Não sei se teremos que escolher apagar com mais frequência os nossos telemóveis, os nossos computadores, tabletes ou ainda - o que é bastante mais complexo - teremos de aprender a fazer de tudo isto um uso bem diferente. De uma coisa estou convencido, não celebraremos adequadamente o Centenário se só fizermos coisas para honrar a memória de Santa Teresa, mas tornando-nos Teresa, se aceitais esta expressão bastante audaz.

Creio que Teresa nos está a dizer o que São Paulo dizia aos seus discípulos de Corinto: vós mesmos sois a minha carta de recomendação, “escrita não com tinta, mas com o Espírito de Deus vivo, não sobre tábuas de pedra, mas sobre as tábuas da carne dos vossos corações” (2 Cor 3, 2-3).
Em conclusão: Para onde nos conduz o Centenário de Teresa? Leva-nos aos nossos corações, o lugar onde habita a nossa verdade e a verdade de Deus vivo. Que elas se encontrem no nome e seguindo as pegadas da Santa: esta é a única celebração que poderá alegrar o coração da Santa Madre, fazendo-a sentir a fecundidade da sua procura, da sua luta e do seu infatigável peregrinar.
Obrigado, Teresa, porque não nasceste para ti, mas antes nasceste verdadeiramente para todos nós!

Ávila, 14 de Outubro de 2014
Fr. Saverio Cannistrà, OCD

Jovem mãe revela uma forma criativa de ensinar os filhos a prepararem-se para a Confissão




A transmissão da Fé no seio da família é uma das constantes chamadas da Igreja aos milhares de fiéis que seguem a vocação matrimonial no mundo em todos os séculos de sua existência, mas continua sendo um bom desafio para cada lar e na vida de cada um dos filhos. 
Com a aproximação da do Advento/Quaresma, os pais se esforçam para desenvolver ideias para fazer as crianças compreenderem as características deste tempo litúrgico. Lacy Rabideau, uma jovem mãe dos Estados Unidos, ensinou em seu blog um "truque" para ensinar as crianças os passos necessários para uma Confissão válida.

Como muitas coisas que podem ser colocados em prática em casa, a ideia é simples e eficaz. Rabideau fez cinco desenhos que colou nos degraus de uma escada que conduz a sala de jogos das crianças. "Cada desenho tem uma imagem que ajuda as crianças a compreender o significado dos cinco passos para uma boa Confissão", explicou a jovem artista.

O texto dos mesmos é simples:
1. Admita seus pecados.
2. Sinta (por ter cometido pecados)
3. Decida não cometer esse pecado novamente.
4. Diga os seus pecados a um sacerdote.
5. Cumpra a penitência que o sacerdote lhe der.

"Embora seja importante memorizar essas coisas, também é importante que elas sejam compreendidas e levadas a sério", comentou a jovem mãe. "Quando você colar os desenhos pela primeira vez, suba as escadas com seus filhos e explique a eles. Então deixe-os em casa por um tempo para que se recordem". Os resultados desta iniciativa foram rápidos e gratificantes para Rabideau. Após uma semana, sua filha anunciou: "Mamãe, já tenho todos quase memorizados porque os leio a cada vez que subo as escadas", relatou.


A jovem mãe acrescentou um desenho adicional na porta da sala de jogos que completa o caminho traçado pelas etapas de uma boa confissão. Uma imagem de Cristo com os seus braços abertos como boas vindas e o texto "Você está perdoado" foi colocada na entrada da sala de jogos. (GPE/EPC)

(Carolina do Sul - Estados Unidos - Quarta-feira, 26-02-2014, Gaudium Press)

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

JOVEM: NÓS QUEREMOS VOCÊ!




O Carmelo Teresiano está com os braços e o coração aberto para acolher a todos os jovens interessados em conhecer a espiritualidade do Carmelo Descalço em todos os seus aspectos: 
  1. Cristológica 
  2. Eclesial
  3. Oracional e contemplativa
  4. Mariana
  5. Teresiana
  6. Sanjuanista. 


As Comunidades e Grupos OCDS da Província São José do Sudeste do Brasil estão prontos para acolher a todos vocês! 

Acessem o blog da Província São José do Sudeste do Brasil e veja as Comunidades e Grupos OCDS de nossa província e seus respectivos endereços.  

O link é: http://ocdsprovinciasaojose.blogspot.com.br/p/comunidades.html


Rezemos em honra de Santa Teresa de Jesus !



Ladainha de Santa Teresa de Jesus


Senhor, tende piedade de nós!
Jesus Cristo, tende piedade de nós!
Senhor, tende piedade de nós!
Tende piedade de nós!
Jesus Cristo, ouvi-nos!
Jesus Cristo, atendei-nos!
Deus Pai do Céu, tende piedade de nós!
Deus Filho Redentor do Mundo, tende piedade de nós!
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós!
Tende piedade de nós!
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós!

Nossa Senhora do Monte Carmelo, rogai por nós!
Glorioso São José, Patrono de Carmelo, rogai por nós!
Santa Madre Teresa de Jesus, rogai por nós!
Mãe do Carmelo Descalço, intercedei por nós!
Grande Doutora da Igreja, rogai por nós!
Modelo e Mãe dos Descalços, rogai por nós!
Mestra da Espiritualidade, rogai por nós!
Mestra da Vida de Oração, intercedei por nós!
Modelo de santidade, rogai por nós!
Santa da Contemplação, rogai por nós!
Santa do Amor ao Deus Humanado, rogai por nós!
Verdadeira Filha da Igreja, intercedei por nós!
Glória da cidade de Ávila, rogai por nós!
Martelo dos Hereges, rogai por nós!
Virgem prudente e fiel ao Esposo, rogai por nós!
Esposa Espiritual de Cristo,  intercedei por nós!
Santa da Altíssima Oração, rogai por nós!
Mártir por desejo, rogai por nós!
Coração transpassado pelo Amor,  rogai por nós!
Nossa Mãe e protetora no Céu, intercedei por nós!

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos Senhor!
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos Senhor!
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!

- Rogai por nós, Santa Madre Teresa de Jesus!
- Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Ó Deus, que pelo Espírito Santo fizestes surgir Santa Teresa, nossa mãe, para recordar à Igreja o caminho da perfeição, dai-nos encontrar sempre alimento em sua doutrina celeste e sentir em nós o desejo da verdadeira santidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.


Santa Teresinha e os Jovens


"Com amor, não somente
avanço, mas, voo"!



Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face, Santa Teresinha, a “Santa das Rosas”, Padroeira Universal das Missões Católicas, Doutora da Igreja... São muitos os títulos atribuídos à nossa querida santa. Hoje, pensaremos um pouco em outro título que ela possui: Padroeira da Juventude.



Por que Santa Teresinha é padroeira dos jovens? Será porque morreu jovem, com apenas 24 anos? Também. Porém, foram muitos os santos e santas que morreram bem jovens. Alguns morreram ainda crianças e adolescentes, no entanto, a Igreja não os nomeou “padroeiros” da juventude. Por que isso aconteceu com Santa Teresinha? Por que ela é tão especial?
É claro que se nossa querida santa tivesse morrido com 30 ou com 40 anos, já não seria tão “jovem” assim. Porém, muito mais do que pelo fato de ter morrido aos 24 anos, Santa Teresinha é modelo para os jovens pelo fato de ter vivido plenamente, dentro do plano de Deus em sua vida, todo o vigor de sua juventude em união com Deus.  


Foi uma criança, adolescente e jovem muito feliz. Amava a Deus, amava seus pais, suas irmãs, a Igreja e o mundo inteiro! Tudo que fazia era por amor, por isso, era tão feliz! Seu coração abriu-se ao amor pleno, ao amor vivo, que se doa a Deus, à Igreja e ao mundo.
Deus tem especial carinho pelas crianças e pelos jovens. Como Deus ama vocês, crianças e jovens! Ele coloca em vocês tanto carinho, tanta esperança! Somente vocês podem mudar o mundo como ele está: cheio de tristezas, violência, brigas e confusão. Como é lindo um rapaz e uma moça cheios de Deus! Como eles brilham! Tornam o mundo tão lindo, tão belo! A bondade de um jovem e de uma jovem expulsa o mal do mundo!


Assim foi Santa Teresinha: uma jovem que expulsou o mal de sua vida, que abraçou o bem, que viveu o bem! Por isso que, ainda hoje, é tão amada e tão querida por nós e no mundo inteiro!


Uma vez Santa Teresinha disse: “Não quero ser uma santa pela metade” (MA 10v). Sim! Ser um jovem santo ou uma jovem santa é ser jovem por inteiro, sem estar faltando nada. Um jovem no pecado não é um jovem inteiro: é um jovem “com defeito”, faltando alguma coisa...
Rezemos nesta missa para que Santa Teresinha ilumine a vida de cada criança, de cada adolescente, de cada rapaz e de cada moça aqui presente, bem como dos que ficaram em casa e que nós amamos tanto! Que encontrem a Deus em suas vidas! Que sejam felizes, muito felizes! Que a felicidade deles se espalhe pelo mundo contagiando cada vez mais jovens e levando a todos a paz e a alegria que somente Deus pode nos dar.


Giovani Carvalho Mendes, carmelita descalço secular

domingo, 19 de outubro de 2014

ORAÇÃO DO V CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE SANTA TERESA DE JESUS



Tradução:
Deus, nosso Pai, nós te louvamos e bendizemos, porque nos concedes a graça de celebrar o V Centenário do nascimento de Santa Teresa de Jesus. 
Nosso Senhor Jesus Cristo, "amigo verdadeiro", ajuda-nos a crescer em tua amizade para que, como Teresa, filha da Igreja, demos testemunho de tua alegria perante o mundo, atentos às necessidades da humanidade. 
Espírito Santo, ajuda-nos a avançar, com "limpa consciência e humildade, no caminho da vida interior, cimentados na verdade, com renovado desprendimento e amor fraterno incondicional. 
Como Teresa de Jesus, mestra de espiritualidade, ensina-nos a orar de todo o coração: "Vossa sou, Senhor, para Vós nasci. Que mandais fazer de mim"? Amém! 

Outubro: o mês das "Teresas"!




O mês de Outubro, para nós carmelitas descalços (frades, monjas e seculares) é marcado por duas importantes festas: Santa Teresinha do Menino Jesus (dia 01 de outubro) e Santa Teresa de Jesus (15 de outubro). Para toda a Igreja Católica é também um mês dedicado às missões.

A vocação de todo batizado é ser missionário (a) onde quer que ele esteja: em casa, no trabalho ou saindo mundo a fora. Santa Teresinha do Menino Jesus, Padroeira Universal das Missões Católicas, nunca saiu do Carmelo. O mais profundo desejo do coração de Teresinha era ter sido missionária "desde a criação do mundo, até a consumação dos séculos".  A sua vida deixou-nos como proposta, selada na autobiografia "História De Uma Alma", e como intercessora dos missionários sacerdotes e pecadores que não conheciam Jesus, continua ainda hoje, vivendo o Céu, “fazendo o bem sobre a terra”.

Santa Teresa de Jesus, "monja andarilha" e "mulher inquieta" (era assim que os que a criticavam na época a chamavam), mesmo doente, percorreu a Espanha e fez 17 Fundações em 20 anos. Seu desejo era de levar aos outros o que ela havia encontrado e experimentado: sua rica doutrina de oração e vida interior.


Cada qual, a seu modo, é chamado a contribuir com seus dons com o Reino de Deus. Você jovem é também especial! Experimente o Amor de Deus em seu coração e leve a todos que encontrar em seu caminho. 

Fórum 500 anos STJ em Aparecida SP

Você não pode ficar de fora!

Visita do Cajado de Santa Teresa de Jesus ao Brasil marca o início das Comemorações dos seus 500 anos!


Com grande alegria e em espírito de oração as Comunidades dos Carmelitas Descalços Seculares e os Carmelos  Teresianos escolhidos para receber o cajado de Santa Teresa de Jesus ,se preparam para esse  momento tão significativo: a abertura das comemorações dos 500 de Nascimento de Santa Teresa  de Jesus.Após 05(cinco)anos e meio de  intensa preparação o momento aguardado por toda Ordem Carmelita se aproxima.


Chegada do Cajado no Carmelo de Tremembé -SP
A chegada do Cajado ao Brasil foi o pontapé inicial nas festividades que marcarão todo o ano.
 Receber a visita do Cajado de Santa Teresa em nosso país é como receber a visita da própria Teresa que nos anima a seguir adiante ..,custe o que custar.....murmure o que murmurar...mesmo que falte coragem no caminho.Esse espírito de Teresa de Jesus está conosco e nos anima  a sermos "amigos fortes de Deus" e divulgar essa amizade em nosso meio tão discrente e indiferente mas carente e sedento dessa presença amorosa de  Deus.





Cajado visto de perto


Urna com o cajado 





Programação Oficial do "Caminho de Luz"